Navegar para Cima
Logon

Informações Aos Investidores

ASPECTOS GERAIS
 
O sistema brasileiro de geração de energia elétrica é composto predominantemente por usinas hidrelétricas detidas por diversos proprietários, havendo, atualmente, um aumento significativo da participação das usinas termelétricas, de biomassa e eólicas. Estima-se que o Brasil apresente potencial de geração de energia hidrelétrica próxima, de acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (“EPE”), de 261.400 MW, dos quais apenas 33,4% (87.309 MW) foram aproveitados, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (“ANEEL”), incluindo Usinas Hidrelétricas (“UHE”), Pequenas Centrais Hidrelétricas (“PCH”) e Centrais de Geração Hidrelétrica (“CGH”). Especificamente para Pequenas Centrais Hidrelétricas, foi identificado um potencial da ordem de 16.000 MW a ser aproveitado em pequenas centrais, com capacidade até 30 MW, em aproximadamente 3.000 aproveitamentos. Atualmente, a capacidade instalada é de 4.798 MW com mais 457 MW em construção.
 
Atualmente, estima-se que 38% da capacidade de geração instalada e 56% das linhas de transmissão de alta tensão do Brasil são operadas pela Eletrobrás, sociedade controlada pelo Governo Federal. As redes de transmissão de alta tensão restantes são detidas por companhias elétricas estatais ou locais. A atividade de distribuição é conduzida por aproximadamente 60 concessionárias estaduais ou municipais que foram, em sua maioria, privatizadas pelo Governo Federal ou por governos estaduais. Além disso, alguns estados brasileiros controlam empresas envolvidas na geração, transmissão e distribuição de energia. É o caso da CEMIG, da CESP e da COPEL.
 
A Portaria MME nº 655, de 16 de dezembro de 2014, aprovou o PDE 2023, em que se estabeleceram critérios para expansão do sistema de energia elétrica brasileiro para o horizonte de dez anos, com o objetivo de definir um cenário de referência para implementação de novas instalações de geração e transmissão necessárias para atender ao crescimento projetado do mercado de energia elétrica brasileiro.
O PDE 2023 prevê investimentos de R$ 1,3 trilhão nos próximos anos para garantir o abastecimento energético do país. A capacidade instalada do Brasil deverá subir dos atuais 140,3 GW para 195,9 GW.

Antes de tomar uma decisão de investimento nos Valores Mobiliários a serem ofertados, o potencial investidor deve considerar cuidadosamente, à luz de suas próprias situações financeiras e objetivos de investimento, todas as informações disponíveis neste website e, ainda, avaliar os fatores de risco descritos abaixo.

Caso qualquer um dos riscos e incertezas aqui descritos efetivamente ocorra, os negócios, a situação financeira e/ou os resultados operacionais da Rio Paranapanema Energia poderão ser afetados de forma adversa. Os fatores de risco da Companhia estão descritos no Formulário de Referência no endereço eletrônico:  http://www.paranapanemaenergia.com.br/investidores/Paginas/InformacoesFinanceiras.aspx.

 
De acordo com o Estatuto Social da Companhia, a distribuição dos resultados apurados em 30 de junho e 31 de dezembro de cada ano ocorrerá semestralmente, em Assembleia Geral, ou em períodos inferiores, caso o Conselho de Administração delibere a distribuição de dividendos trimestrais ou intermediários. Caberá à Assembleia Geral deliberar, até 31 de outubro de cada ano, sobre a distribuição de dividendos baseados nos resultados apurados no balanço semestral de 30 de junho, conforme estipulado no Estatuto Social (parágrafo 3º do artigo n.º 205 da Lei 6.404/76).
 
O Conselho de Administração poderá deliberar a distribuição de dividendos trimestrais, com base em balanço especial levantado para esse fim, desde que o total dos dividendos pagos em cada semestre civil não exceda o montante das reservas de capital de que trata §1o do Artigo 182 da Lei 6.404, de 15 de dezembro de 1976.
 
Mediante deliberação do Conselho de Administração, poderão ser declarados dividendos intermediários à conta de lucros acumulados ou de reserva de lucros existentes no último balanço anual ou semestral já aprovado pela Assembleia Geral. Antes da distribuição dos dividendos, serão deduzidos 5% (cinco por cento) para constituição da reserva legal, até o limite de 20% (vinte por cento) do capital social.

Após a dedução para a reserva legal, os lucros líquidos serão distribuídos na seguinte ordem:
I - dividendo de 10% (dez por cento) ao ano às ações preferenciais, a ser rateado igualmente entre elas, calculado sobre o capital próprio a esta espécie de ações;
II - dividendo de até 10% (dez por cento) ao ano às ações ordinárias, a ser rateado igualmente entre elas, calculado sobre o capital próprio a esta espécie de ações;
III - distribuição do saldo remanescente às ações ordinárias e preferenciais, em igualdade de condições. Os dividendos serão calculados com base no capital integralizado e o pagamento de juros a título de remuneração de capital próprio poderá ser deduzido do montante de dividendos a pagar.
 
PAGAMENTO DE PROVENTOS
 
O quadro abaixo demonstra os valores dos dividendos e JCP nos anos de 2012 a 2019:
 
Evento Data Aprovação Exercício Valor por Montante em Espécie
Ação R$ mil das Ações
Dividendos  27/04/2012 31/12/2011 1,46055 45.975 Ordinária
Dividendos  27/04/2012 31/12/2011 0,83699 52.693 Preferencial
Redução de Capital  21/05/2012 10/08/2012 3,17685 100.000 Ordinária
Redução de Capital  21/05/2012 10/08/2012 3,17685 200.000 Preferencial
Dividendos  31/10/2012 31/12/2012 2,19005 68.938 Ordinária
Dividendos  31/10/2012 31/12/2012 2,19005 137.875 Preferencial
JCP 21/12/2012 31/12/2012 0,91800 28.896 Ordinária
JCP 21/12/2012 31/12/2012 0,91800 57.793 Preferencial
Dividendos  26/04/2013 31/12/2012 0,88919 27.990 Ordinária
Dividendos  26/04/2013 31/12/2012 0,88919 55.979 Preferencial
Dividendos  14/10/2013 30/06/2013 0,19730 62.104 Ordinária
Dividendos  14/10/2013 30/06/2013 0,19730 124.209 Preferencial
JCP 16/12/2013 31/12/2013 0,70900 22.318 Ordinária
JCP 16/12/2013 31/12/2013 0,70900 44.635 Preferencial
Dividendos ​ 28/04/2014 31/12/2013​ 2,23236 ​70.269 Ordinária​
​Dividendos  ​28/04/2014 ​31/12/2013 2,23236​ 140.540 ​Preferencial
Dividendos ​ 02/10/2014 30/06/2014 2,29268 72.168 Ordinária​
​Dividendos  02/10/2014 30/06/2014 2,29268 144.336 ​Preferencial
Redução de Capital  28/08/2014 07/11/2014 5,29474 166.667 Ordinária​
Redução de Capital  28/08/2014 07/11/2014 5,29474 333.333 ​Preferencial
JCP 29/12/2014 31/12/2014 0,66400 20.901 Ordinária​
JCP 29/12/2014 31/12/2014 0,66400 41.802 ​Preferencial
Dividendos ​ 27/04/2015 31/12/2014 0,63971 20.136 Ordinária​
​Dividendos  27/04/2015 31/12/2014 0,63971 40.273 ​Preferencial
Dividendos ​ 30/10/2015 30/06/2015 0,65569 20.640 Ordinária​
​Dividendos  30/10/2015 30/06/2015 0,88860 55.942 ​Preferencial
JCP 28/12/2015 31/12/2015 0,55600 17.501 Ordinária​
JCP 28/12/2015 31/12/2015 0,55600 35.003 ​Preferencial
Dividendos ​ 28/04/2016 31/12/2015 1,38365 43.541 Ordinária​
​Dividendos  28/04/2016 31/12/2015 1,15073 72.379 ​Preferencial
Dividendos ​ 26/10/2016 30/06/2016 1,88742 59.412 Ordinária​
​Dividendos  26/10/2016 30/06/2016 1,29879 118.823 ​Preferencial
JCP 27/12/2016 31/12/2016 0,66600 20.964 Ordinária​
JCP 27/12/2016 31/12/2016 0,66600 41.928 ​Preferencial
Dividendos ​ 28/04/2017 31/12/2016 1,83950 57.903 Ordinária​
​Dividendos  28/04/2017 31/12/2016 1,83950 115.807 ​Preferencial
Dividendos ​ 31/10/2017 30/06/2017 1,27074 40.000 Ordinária​
​Dividendos  31/10/2017 31/12/2017 1,27074 80.000 ​Preferencial
JCP 19/12/2017 31/12/2017 0,78362 24.667 Ordinária​
JCP 19/12/2017 31/12/2017 0,78362 49.333 ​Preferencial
Dividendos ​ 27/04/2018 31/12/2017 1,29879 40.882 Ordinária​
​Dividendos  27/04/2018 31/12/2017 1,29879 81.766 ​Preferencial
Dividendos ​ 22/11/2018 30/06/2018 1,27074 40.000 Ordinária​
​Dividendos  22/11/2018 30/06/2018 1,27074 80.000 ​Preferencial
JCP 31/12/2018 31/12/2018 0,78362 24.667 Ordinária​
JCP 31/12/2018 31/12/2018 0,78362 49.333 ​Preferencial
Dividendos ​ 26/04/2019 31/12/2018 1,28063 40.311 Ordinária​
​Dividendos  26/04/2019 31/12/2018 1,28063 80.622 ​Preferencial

Prezado Acionista:

Veja as principais informações para o controle de seus investimentos, como: Posição acionária, extrato de movimentação, aviso de pagamentos, informe de rendimentos e boletim de subscrição, disponíveis em nosso website.

 
Correntistas do Banco Itaú: Clique aqui. No Menu Conta Corrente está disponível o Informe de Rendimentos e no Menu Investimentos as demais consultas de suas Ações Escrituradas pelo Itaú.
 
Não correntistas do Banco Itaú: Clique aqui, selecione a aba "Não correntista" > Quero me cadastrar, e seguir o passo a passo.
 
Itaú Securities Services - Perguntas Frequentes: Clique aqui.
 
Clique aqui para acessar o Guia de Consultas.
 

Para mais informações, ligue:

Capital: (11) 3003-9285

Demais regiões: 0800-720-9285