Navegar para Cima
Logon

UHE E PCH

Qual a diferença entre uma Usina Hidrelétrica (UHE) e uma Pequena Central Hidrelétrica (PCH)? A diferença está basicamente em dois pontos: a potência (capacidade instalada) e a área do reservatório de água. Uma UHE conta com mais de 30 MW (megawatts) de potência instalada enquanto uma PCH tem entre 1,1MW e 30MW de potência. Já com relação à dimensão dos reservatórios, as UHEs possuem reservatórios com área superior a 3km² e as PCHs atingem no máximo 3km².

Veja a explicação na íntegra:

Uma usina hidrelétrica (UHE) é um conjunto de obras e de equipamentos (civis, mecânicos, hidráulicos, etc.), que tem por finalidade gerar energia elétrica por meio do aproveitamento do potencial hidráulico existente em um rio. O cálculo da potência instalada de uma usina é efetuado por meio de estudos hidroenergéticos que são realizados por engenheiros civis, mecânicos e eletricistas. A energia hidráulica é convertida em energia mecânica, por meio de uma turbina hidráulica, que por sua vez é convertida em energia elétrica, por meio de um gerador, sendo a energia elétrica transmitida por uma ou mais linhas de transmissão e que são interligadas à rede de distribuição. A potência instalada é o fator determinante para classificar se uma usina é de grande ou de médio porte ou mesmo se é uma Pequena Central Hidrelétrica. Para isso, a ANEEL - Agência Nacional de Energia Elétrica adota três classificações:

  • - Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGH, com até 1 MW de potência instalada);
  • - Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH, entre 1,1 MW e 30 MW de potência instalada);
        • - Usina Hidrelétrica de Energia (UHE, com mais de 30 MW de potência instalada).
 
Em relação à dimensão dos reservatórios:
 
- CGH: não tem reservatório. Em geral, conta com uma barragem para desvio do curso d`água;
- PCH: com reservatórios de no máximo 3km²;
- UHE: os reservatórios maiores que 3km².UHE: os reservatórios maiores que 3km².

Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) se caracterizam pela potência máxima de até 30 MW e reservatório com área igual ou inferior  a 3 km², conforme definido pela resolução nº 394, de 4/12/1998, da ANEEL. A área do reservatório é delimitada pela cota d´água associada à vazão de cheia com tempo de recorrência de 100 anos.
Diferentemente das UHEs, as PCHs não se utilizam de reservatórios para armazenagem de grandes volumes de água. Elas operam a fio d’água, ou seja, permitem a passagem contínua de toda água com uma capacidade nominal mais estável. As PCHs aproveitam a força das corredeiras e da vazão natural dos rios sem precisar estocar água; requerem uma pequena área inundável, muitas vezes equivalente ao nível das cheias do rio. Além disso, representam geração de energia limpa e de baixo impacto ambiental. Apesar desta simplicidade, passam por todas as etapas do processo de licenciamento ambiental similar ao exigido para as grandes usinas hidrelétricas.
 

​​